Como treinar a sua equipe para usar o software jurídico no escritório?

Adotar um software jurídico para a gestão de um escritório de advocacia não precisa ser um momento traumático. O principal segredo para que o processo seja mais prazeroso e eficiente é oferecer um treinamento para toda equipe. O treinamento faz com que os advogados conheçam o programa de forma a usá-lo do jeito mais proveitoso possível em seu dia a dia de trabalho.

Como a modernização da gestão ainda é um episódio recente em grande parte dos escritórios de advocacia, separamos algumas dicas para ajudar você e sua equipe nessa.

Desperte o interesse da sua equipe

Mudar os hábitos não é tarefa fácil. Em um escritório de advocacia, acostumado a um modus operandi mais conservador, então, nem se fala! A integração de um software para advogados não é processo simples. Por isso, é fundamental desenvolver estratégias para que eles utilizem esse recurso. Uma ótima dica para conquistar a empatia de todos é começar explicando a real necessidade de um software de gestão jurídica e o que ele vai agregar na rotina.

Comece o treinamento por pequenos grupos

O treinamento é muito mais produtivo quando feito em grupos menores. Se a sua equipe é grande, o ideal é dividir os times, com no máximo 10 advogados cada. Dessa forma, as pessoas conseguem se concentrar mais. Além disso, elas se sentem mais confortáveis em participar e questionar em caso de dúvidas.

Seja objetivo

Os treinamentos precisam ser rápidos e concisos. Afinal de contas, a rotina dos escritórios de advocacia é cheia de atividades. O mais indicado, portanto, é oferecer o treinamento do software jurídico em pequenas doses. Assim, toda a sua equipe consegue aproveitar as aulas sem prejudicar a entrega das tarefas. Além disso, transmitir toda a informação de uma vez só pode fazer com que as pessoas não consigam absorver todo o conteúdo.

Use o horário do expediente

O treinamento não deve ser feito fora do horário de trabalho. Além de ser desmotivador, pode prejudicar o rendimento e o aproveitamento. Avalie com os advogados o melhor horário, sugira opções, mas não faça com que o treinamento vá além da jornada habitual do escritório.

Divida o treinamento pelas funcionalidades

A informação fica bem mais fácil de ser absorvida pelos advogados quando fracionada por assunto. Lembre-se: os softwares jurídicos ainda são uma novidade em um ambiente tão tradicional como o escritório de advocacia.

Envolva toda a equipe no treinamento

Toda a equipe do escritório deve fazer o treinamento. E isso inclui, além dos advogados, os funcionários de outros setores, como o administrativo, por exemplo. É fundamental que eles entendam o funcionamento do programa como um todo. Neste caso, para que todos tenham um melhor aproveitamento, é recomendado dividir e focar o conhecimento de acordo com os diferentes perfis de funcionários. Lembre-se também de pedir feedbacks, tirar dúvidas e monitorar constantemente o progresso.

Escolha um software jurídico mais simples

Alguns programas, como o iProcessum, contam com mais usabilidade, permitindo que as funcionalidades sejam aprendidas de forma intuitiva e mais rápida. Ou seja: a adaptação fica mais fácil e eficiente.

Não custa lembrar

No atual cenário da advocacia é impossível abrir mão de um software de gestão jurídica. O programa ajuda a organizar e otimizar a rotina do escritório. Além disso, ele também pode melhorar a percepção do cliente com relação aos seus serviços jurídicos.

Vale a pena incentivar o uso da ferramenta para poder experimentar seus benefícios. Por falar em benefícios, na próxima semana, o nosso artigo vai mostrar o quanto o seu escritório vai ganhar ao adotar um software jurídico.

 

Posts Relacionados

Deixe um comentário

Bitnami