(31) 3972-9452

O que é um software jurídico?

Gerir um escritório de advocacia não é tarefa fácil. Felizmente existe a tecnologia para ajudar a organizar a rotina. Um bom software jurídico é fundamental para concentrar informações, controlar as tarefas de cada profissional e o prazo das mesmas. Além, é claro, de auxiliar no controle financeiro: fluxo de caixa, emissão de boletos, faturas e notas fiscais.

Para quem deseja conhecer mais sobre o software jurídico com o objetivo de usá-lo em seu escritório, escrevemos um artigo detalhado sobre o tema. Nele, abordaremos os seguintes tópicos:

  1. O que é?
  2. O que faz?
  3. Qual a sua importância para o escritório de advocacia?
  4. Como usar?
  5. Quanto custa?

O que é um software jurídico?

Software jurídico é um sistema capaz de organizar e automatizar as atividades do dia a dia do profissional do Direito. A ferramenta pode ser direcionada a diversos perfis de advogados: autônomo, parte ou sócio de um escritório, e até mesmo o departamento jurídico de uma empresa. O software pode ser um programa instalado nos computadores ou em nuvem, via web. Esse último caso é ainda mais vantajoso, uma vez que as informações podem ser acessadas por meio de qualquer dispositivo na hora que o advogado quiser e dispensa instalações em computadores locais.

O que ele faz?

Existem dois tipos de software jurídicos: os judiciais e os administrativos, que cuidam da gestão. Cada um deles conta com inúmeras funcionalidades.

Por meio dos softwares judiciais, o advogado acompanha todos os processos. Você pode consultar e editar desdobramentos, objetos, honorários e documentos. Eles também automatizam o recebimento dos andamentos processuais.

Já os softwares jurídicos administrativos auxiliam a rotina do dia a dia e as atividades de um escritório de advocacia. De um modo geral, a ferramenta gerencia e controla as agendas de todos os profissionais, faz a gestão de contratos, assinaturas, além de organizar o caixa e as finanças.

Qual a importância de um software jurídico para um escritório de advocacia?

Muito além de automatizar a rotina do trabalho, o software jurídico já se tornou um diferencial competitivo para se destacar no mercado. Ele é essencial para otimizar o espaço, ganhar tempo, modernizar o trabalho e aumentar a produtividade.

Com a automação dos processos, os advogados podem se dedicar ao que realmente importa: estudo de processos, elaboração de teses jurídicas e petições, e claro, do atendimento de qualidade ao cliente. Assim, além de mais organização, há ganho de produtividade e de rentabilidade.

Como usar?

O primeiro passo é identificar quais processos administrativos podem ser automatizados em seu escritório. Você vai perceber que existem fluxos próprios da atividade que podem ser feitos por um software jurídico: pesquisa de intimações publicadas, acompanhamento de publicações em geral, controle de prazos, definição de serviços forenses, comunicação interna e divisão de tarefas. Até as tarefas gerenciais como marketing, relacionamento com o cliente e controle financeiro também podem contar com a ajuda da tecnologia.

Identificados os processos administrativos que podem ser automatizados, é hora de analisar as tecnologias existentes. É importante avaliar as funcionalidades dos softwares jurídicos disponíveis no mercado e optar por aquele que terá um impacto mais positivo na sua rotina de trabalho.

O software jurídico de gestão permite analisar o trabalho desempenhado por cada colaborador, quem cumpre e quem não está cumprindo sua função. É possível também criar grupos de trabalho em casos específicos, com compartilhamento de materiais e comunicação direta entre os integrantes.

Existem softwares que permitem que as atividades sejam realizadas online e que os arquivos fiquem armazenados em nuvem. As informações também ficam centralizadas em uma única plataforma, o que faz com que toda a equipe tenha uma visão dos compromissos, das tarefas e dos prazos – inclusive os gestores. Isso facilita a delegação de tarefas, assim como o controle do que está sendo feito.

Quanto custa?

O preço de um software jurídico varia de acordo com suas funcionalidades. Um software para escritórios de advocacia e advogados autônomos, como o iProcessum, tem preço mensal de R$59,90. É mais vantajoso, entretanto, contratar o plano anual, com economia de 20%.

Posts Relacionados

Deixe um comentário

Bitnami