(31) 3972-9452 / (31) 9 9382-6600

Você acabou de se formar e quer abrir seu escritório de advocacia. Está advogando em um escritório, mas deseja apostar no seu próprio negócio. Enfim, seja qual for a situação, você decidiu que quer empreender no universo jurídico, mas não sabe muito bem por onde começar. Ou ainda: até sabe, mas os recursos financeiros são escassos.

Levando em consideração esse desejo de empreender – compartilhado, inclusive, por grande parte dos advogados – hoje vamos trazer dicas práticas e super realistas para você que deseja muito investir no seu escritório de advocacia. Continue a leitura e tome nota de todas as dicas. Garantimos: vai valer a pena!

Para abrir um escritório de advocacia, você deve ter os pés no chão!

Segundo o IBGE, uma a cada quatro empresas fecham antes de completar dois anos no mercado. Esse cenário alarmante revela que não há espaço para amadores.

Para construir um negócio de sucesso – e isso vale também para escritórios de advocacia – é preciso planejar! Portanto, antes de começar você deve ter uma plano de atuação consistente. É fundamental conhecer seus custos e projetar suas receitas. Seja realista. Não dá pra começar querendo abraçar o mundo.

Quando um advogado decide empreender, a ansiedade em prospectar, atender clientes, fazer audiências, peticionar e operacionalizar tudo o que se aprendeu na faculdade, acaba fazendo com que ele negligencie a elaboração de um plano de negócios. Mas não é hora de se deixar levar pela emoção. Não pule etapas. Primeiro, trace seus objetivos e as estratégias para atingi-los. Só depois comece o trabalho prático.

O advogado empreendedor deve, ao menos, saber os principais custos envolvidos na sua atividade. Alguns exemplos são impostos, aluguel, água, luz, internet, anuidade da OAB, marketing, contador, software jurídico de gestão, computador, entre outros.

Estabeleça parcerias estratégicas

Já são mais de 1 milhão de advogados registrados na OAB. Isso significa que o mercado é bastante competitivo. Mas, calma, isso não é motivo para pânico. Sobretudo, se você exerce seu trabalho e atendimento ao cliente com excelência.

Além disso, uma outra estratégia é estabelecer parcerias de trabalho. Crie alianças com outros advogados que atuem em áreas afins e complementares à sua. Lembre-se, entretanto, de avaliar a reputação desses profissionais.

Em um mundo cada vez mais colaborativo, as alianças certamente ajudarão a alavancar seu escritório de advocacia. Por outro lado, uma parceria mal feita poderá afetar sua imagem no mercado. Antes de começar qualquer parceria, avalie se vocês de fato podem se complementar e, claro, qual a reputação do profissional no mercado.

A vida profissional demanda foco, seriedade e decisões importantes. As pessoas procuram um advogado em um momento de dor. Portanto, é preciso ter inteligência emocional e equilíbrio. Pense nisso e nos impactos para o seu escritório de advocacia antes de consolidar qualquer parceria.

Defina um nicho de atuação para seu escritório de advocacia

Em qual segmento da advocacia você deseja atuar? Qual o seu público-alvo? Saber com quem você vai falar é fundamental para abrir seu escritório de advocacia e definir o que vai ser falado. Por exemplo, se você vai atuar no ramo do Direito Trabalhista, deverá se comunicar de um jeito diferente do seu colega que trabalha na área Criminal.

Devido às limitações de propaganda impostas pela OAB, o conteúdo é uma das poucas formas de atingir o público-alvo. Por isso, é importante conhecê-lo a fundo para impactá-lo onde de fato ele está conectado. Depois, é ser estratégico para construir uma informação que seja relevante e de interesse para seu cliente em potencial.

Trabalhe em casa ou aposte no escritório digital

Quando se fala em empreender na advocacia, muitos advogados sonham em ter um escritório próprio. Um espaço para atuar e receber seus clientes, e claro, que garanta status. Entretanto, com os altos custos de se investir em um espaço próprio no início, talvez seja mais prudente investir no home office ou trabalhar alguns dias em escritórios compartilhados.

Lembre-se que o maior diferencial é a qualidade do seu serviço e um atendimento receptivo ao seu cliente. E isso nenhum espaço pomposo é capaz de garantir. Não foque em despesas. Estruture seu modelo de negócio, trace suas metas e planeje como vai fazer para conquistá-las.

Mas como você vai se encontrar com seu cliente? Vá à uma cafeteria, faça uma visita à sua empresa ou alugue uma sala de reunião em um coworking. Os escritórios digitais vieram com tudo e se mostram, cada vez mais, uma ótima escolha na profissão. Descubra como os escritórios digitais são alternativas bastante viáveis.

Invista no networking

Quando um advogado inicia sua carreira, ele ainda não tem uma carteira de clientes, certo? Entretanto, o profissional tem algo valioso: uma rede de relacionamentos.

Se você está em início de carreira, comece a olhar para seus contatos de uma forma mais estratégica. Depois de uma observação cuidadosa nas redes sociais e agenda telefônica, crie duas listas:

  • Clientes em potencial;
  • Pessoas que poderiam indicar seu trabalho

O ideal é começar investindo naqueles relacionamentos mais próximos. Para isso, elabore um plano. Anote como vai abordar as pessoas: onde ir, o que falar e quais serviços vai oferecer.

E, claro, esforce-se para cada vez mais ampliar seu networking e fazer esse exercício com cada novo contato. Esse é sem dúvidas o melhor caminho para você e seu escritório de advocacia se fortalecerem no mercado jurídico, ganharem notoriedade e crescerem na carreira de forma sustentável.

Aposte no software jurídico

A tecnologia está revolucionando o Direito e pode ser um importante diferencial competitivo para quem está começando um escritório agora.

Entretanto, muitos profissionais ainda acreditam que um software jurídico é necessário apenas com o crescimento do escritório. Ou seja, deixam para implementar a ferramenta depois que já se estabelecerem no mercado. No entanto, até lá, você pode sofrer com um cenário de caos organizacional, dificultando a gestão de tarefas.

Você pode ganhar muito mais se investir na automação jurídica logo no início das atividades do seu escritório. Quer descobrir como? Vamos abordar esse assunto de forma detalhada na próxima semana. Acompanhem o nosso blog.

Posts Relacionados

Deixe um comentário

Bitnami