(31) 3972-9452 / (31) 9 9382-6600

Como se destacar no mercado saturado de advogados no Brasil?

Provavelmente você já deve ter ouvido falar que o mercado para advogados no Brasil no Brasil está saturado. De fato, se levarmos os dados em consideração, a competitividade na advocacia é alta.

Segundo o relatório Justiça em Números 2017, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o Brasil é o país com o maior número de advogados – pasme – do mundo! São mais de um milhão de profissionais, com mais de 100 milhões de processos em tramitação no Judiciário.

Se esse dado assusta você, o que dizer, então, dos mais de 1200 cursos de Direito existentes no Brasil? A cada semestre, milhares de advogados são formados nas faculdades brasileiras.

Impossível discordar que o mercado da advocacia está saturado depois de saber de toda essa situação. A boa notícia, entretanto, é que só depende de você quebrar essa realidade e se destacar em um mercado extremamente competitivo.

Entenda seu público e aumente seus limites

A maior vítima do mercado saturado de advocacia é quem se recusa a sair da zona de conforto. É aquele advogado que escolhe uma área para atuar e se limita a esse universo. Se você tem esse mesmo pensamento, pode ter certeza que vai ser só mais um.

É claro que se especializar e ser referência na sua área de atuação é um baita diferencial! Você, entretanto, não pode fechar sua cabeça e se limitar à sua especialidade.

Aprenda a olhar para contexto e, sobretudo, para as necessidades das pessoas. Afinal de contas, é para elas que você presta seus serviços, certo? Descubra os problemas do público que você deseja impactar. Depois disso, comece a pensar em soluções jurídicas inovadoras para solucionar esses problemas. Certamente, você vai se destacar.

Seja carismático e envolva as pessoas

A maioria dos advogados que sofrem as consequências de um mercado saturado tem uma falha em comum: não se comunicam com seu cliente.

Infelizmente, a falta de comunicação é recorrente entre os advogados. Muitos profissionais não atendem telefone, não respondem WhatsApp e nem dão feedbacks. Estão tão concentrados no estudo do caso, em elaborar as petições e ganhar a causa, que se esquecem do principal: o seu cliente.

Já falamos em outros artigos que a comunicação é essencial na prática jurídica. Pense bem! Seu cliente está passando por uma fase delicada, ansioso para ver seu caso resolvido. A melhor postura nessas horas é estar disponível para tirar dúvidas, e oferecer feedbacks com frequência. Se a rotina estiver atribulada, alinhe com ele os horários em que vai responder as mensagens.

Outra estratégia para facilitar o atendimento é inserir o seu cliente no software jurídico para que ele receba as atualizações do seu processo na Justiça de forma automática.

O processo de fidelização de clientes passa pela capacidade que o advogado tem de ouvi-los. Você pode até não ser o melhor advogado do mundo, mas deve ser o melhor em cativá-lo. Ele o procurou por alguma necessidade e enxerga você como um resolvedor de problemas. Quem não quer ser parte do mercado saturado, precisa entender que atenção e boa comunicação são tão importantes quanto o processo. E, claro, uma clientela satisfeita pode se converter em mais indicações e lucros para seu escritório.

Aprenda sobre negócios

Do mesmo jeito que milhares de advogados entram no mercado jurídico todos os anos, outros desistem da profissão e muito escritórios fecham. Sabem qual a causa disso? Os profissionais são brilhantes no mundo jurídico, mas não entendem de negócios.

Existem muitos advogados competentes cobrando um valor bem aquém do que merecem para fazer uma audiência. Pior: eles ainda acham normal essa situação, como se fosse consequência do mercado saturado.

O advogado, entretanto, precisa ser um empreendedor. Infelizmente, a maioria dos cursos de Direito não ensinam administração nos cursos. Por isso, é necessário correr atrás e aprender a gerir o próprio negócio. Conhecer regras de administração, marketing jurídico e planejamento financeiro. Advogado que tenta sobreviver apenas do conhecimento jurídico, não vai conseguir se destacar em um mercado concorrido.

Use a tecnologia

A tecnologia é sua aliada tanto na hora de administrar seu escritório quanto de atender bem seus clientes. Os softwares jurídicos, por exemplo, ajudam na organização e gestão das atividades. Assim, você tem um panorama de tudo o que está sendo feito, os responsáveis por cada demanda e os prazos de cada uma delas. Além disso, todas as informações do seu cliente e seus processos ficam armazenadas em um só local.

O melhor de tudo é que softwares, como o iProcessum, vem com o informador jurídico e importam todas as atualizações dos processos nos Diários Oficiais da Justiça.

Conclusão

O mercado saturado de advogados só existe para quem insiste em crenças limitantes: se recusa a aprender, não consegue se relacionar com seu próprio cliente e não busca entender de negócios. Se você está nesta situação, chegou a hora de se reinventar.

Posts Relacionados

Deixe um comentário

Bitnami