(31) 3972-9452 / (31) 9 9382-6600

Os 5 erros mais comuns no atendimento jurídico

O atendimento é muito mais do que aquele momento em que você se reúne com seu cliente. Desde a prospecção até o último relatório entregue depois do encerramento do processo, absolutamente tudo é atendimento. E o principal: todo esse processo deve ser executado com excelência.

Garantir a qualidade dessa experiência é um desafio, sobretudo, para os pequenos e médios escritórios em que os sócios estão envolvidos, tanto na gestão quanto na operação.

Recentemente fizemos uma série de artigos com dicas para você oferecer o melhor atendimento ao seu cliente. Você pode começar e ler aqui. Hoje, separamos uma lista com os 5 erros mais comuns que podem deixar seu cliente insatisfeito. Acompanhe a leitura e evite perder sua clientela.

Os principais erros do atendimento jurídico

Falta de proatividade

Você pode ter vários processos, mas seu cliente tem apenas um. E pode ter certeza: toda atenção vai estar concentrada nele. Afinal de contas, ele quer que tudo se resolva o mais rápido possível. É importante informá-lo sobre o andamento da ação, mesmo que não tenham novidades. Do contrário, pode acabar aumentando ainda mais a ansiedade.

Além disso, não retornar e-mails, mensagens de WhatsApp ou ligações pode demonstrar desinteresse e despreparo. A percepção é que a causa dele é menos importante ou que você está tão ocupado que não tem tempo de se dedicar a ele. Cuidado! Ele pode acabar procurando outro advogado.

Por isso, estabeleça uma rotina de enviar feedbacks periódicos. Mesmo que seja para informar que tudo está na mesma. As atualizações podem ser enviadas de maneira automática por meio de um software jurídico, como o iProcessum.

 

 

Erros na cobrança de honorários

Quando o cliente é uma empresa e precisa fazer o planejamento orçamentário, o seu escritório tem que se adaptar à essa realidade. Faturas que descumprem o combinado ou fora do prazo podem acabar causando um grande transtorno.

Portanto, cumpra o acordado em relação aos prazos e honorários. Isso demonstra organização! Cobranças inesperadas influenciam negativamente a reputação do seu escritório de advocacia. Não dê razão para que seus clientes acreditem que você é uma pessoa desorganizada.

Juridiquês e relatórios extensos e prolixos

Advogados têm o costume de usar expressões cultas e rebuscadas, pouco comuns ao dia-a-dia das pessoas. Entretanto, o que já significou status no atendimento ao cliente, hoje, pode soar como arrogante. Pior: intimida e afasta o seu cliente de você. Facilite a comunicação e o entendimento. Já falamos sobre o assunto aqui, lembram? Tenha paciência em explicar as fases do processo de forma clara, quais serão as próximas etapas e as consequências das decisões. Seja transparente!

Tenha certeza de que você está sendo compreendido. E, claro, nunca prometa o que não pode cumprir. O mesmo vale para os relatórios. Eles devem ser concisos e claros, com uma linguagem próxima ao seu cliente.

Sair de cena após a assinatura do contrato

É bem comum em escritórios em crescimento ou mesmo nas grandes corporações que, nas reuniões de prospecção e de fechamento do negócio, o sócio acompanhe o cliente e depois outro advogado da equipe dê seguimento ao processo.

Não há nada de errado nessa prática, desde que a situação seja combinada e o novo advogado seja apresentado ao cliente.

Esquecer do cliente após o fim do processo

Não existe ex-cliente! Mesmo que o processo já tenha encerrado, você ainda pode – e deve – entrar em contato com seu cliente. O escritório deve mantê-lo na sua base de contatos e você precisa continuar se relacionando com ele. Lembre-se que ele pode ter novos casos e, inclusive, indicá-lo para amigos e conhecidos.

Todos os informativos do seu escritório também devem ser enviados a ele. Assim, o escritório reforça o seu nome na mente do cliente, reafirmando a credibilidade para prestar novos atendimentos. O resultado será novas contratações e indicações.

Para se aproximar ainda mais do seu cliente, crie ações estratégicas de relacionamento! Parabenize-os em datas importantes.

Conclusão

Erros no atendimento ao cliente na advocacia são inevitáveis. Entretanto, suas ações devem ser direcionadas para que isso aconteça cada vez menos. Afinal de contas, esses erros interferem na percepção que seu cliente tem sobre o seu serviço. Planeje, mapeie os processos internos e motive sua equipe. E conte com o iProcessum para deixar os processos sempre organizados.

Posts Relacionados

Deixe um comentário

Bitnami